Em assembleia realizada nesta quinta-feira (25), os servidores municipais analisaram e discutiram a gravidade do ataque que o Governo desferiu na categoria por meio das alterações no Adicional de Titularidade.

Diante do cenário atual e do histórico de Paulo Alexandre, foi unânime o entendimento de que é preciso ampliar nossa capacidade de luta para evitarmos perdas e avançarmos nas conquistas.

Um dos encaminhamentos para isso foi a criação de uma comissão com membros da categoria e do SINDSEV, que criará mecanismos de pressão junto ao governo, montará estratégias de comunicação e ampliação da mobilização dos trabalhadores.

A Comissão ainda está aberta para mais servidores interessados em participar, bastando entrar em contato com o sindicato. Um calendário de encontros desse grupo de trabalho já está sendo definido e será divulgado em breve.

O objetivo é a necessidade de sempre: NENHUM DIREITO A MENOS, AVANÇAR NAS CONQUISTAS!

Até o momento os recuos do governo nas falas do secretario de Gestão, Cacá Teixeira, sequer foram documentados. É o caso, por exemplo, da gratificação referente à graduação do servidor estável, mesmo que em área distinta da função que exerce.

Os vereadores voltam do recesso em agosto e não hesitarão em manifestar fidelidade ao prefeito. Por isso, agora é mobilizar a categoria rapidamente para elaborar o anteprojeto e exigir que a Câmara não faça nada enquanto durarem as conversas com o Executivo.  A titularidade é um direito conquistado com mobilização e só será mantido com a luta da categoria! Participe da Comissão, ajude a divulgar os próximos passos e mobilize seu colega de trabalho!