Luta pela Promoção

Por não esmorecermos na luta, esse ano ocorreu um avanço na promoção dos professores adjuntos. O governo publicou um cronograma de promoções e cumpriu esse compromisso. Porém, existem mais vagas a serem preenchidas.

É bom frisar que não se trata de favor da administração. O avanço foi fruto de muita pressão e organização da categoria. Além das promoções, o governo PROMETEU (finalmente) realizar um concurso de acesso aos cargos de Especialistas I, II e III ainda no segundo semestre desse ano. Já não era sem tempo!

É preciso que todos os servidores da educação fiquem atentos e se CONTINUA A LUTA POR CONCURSO DE EQUIPE TÉCNICA E PELA PROMOÇÃO DOS ADJUNTOS disponham a participar dos futuros atos de cobrança desses compromissos.

O prefeito, que enche a boca ao falar que Santos é uma “Cidade Educadora”, tem por obrigação, ainda que tardiamente, garantir a evolução desses professores. Alguns esperaram por até 12 anos para subirem na carreira. Com esta promoção o governo está apenas repondo outros professores que se aposentaram, faleceram ou saíram da Prefeitura. É o mínimo que se espera!

Luta pela Promoção

Como começou

Tudo isso só saiu depois de muita pressão dos Professores Adjuntos inscritos no concurso de Promoção para PEB I e II e no concurso anterior, que o Governo deixou caducar (em outubro de 2017), mesmo tendo a necessidade de preencher a carência de profissionais.

Além disso, o número de vagas anunciado está muito abaixo do real quadro de falta de PEBs nas escolas. E não é só. É preciso que o Governo realize as nomeações de novos servidores do último concurso (janeiro de 2019) e também que chame o concurso interno de Especialistas (Orientador Educacional, Coordenador Pedagógico, Assistente de Direção, Diretor e Supervisor de Ensino) para cobrir a falta hoje de mais de 130 profissionais.

Luta pela Promoção

Faz tempo

Lá se vão cinco anos desde o último concurso para Equipe Técnica. O certame ocorreu em 2014 e a vigência acabou em 25 de fevereiro de 2016, quando já era bastante evidente o buraco provocado pela falta de planejamento e demora em chamar os profissionais para assumirem os cargos ofertados.

Mas isso tudo só será realizado se continuarmos mobilizados! Vamos ficar em cima para que o restante das necessárias promoções virem realidade, para que o concurso para Especialista ocorra antes do final do ano e, assim, mais promoções de PADs ocorram depois.