Foto-montagem do Bolsonaro com máscara suja de merda

Apesar da irresponsável fala daquele que ainda ocupa o cargo de presidente, o período de quarentena continua. As escolas e serviços não essenciais permanecem fechadas. O Decreto de Calamidade Pública em Santos segue em vigor.

Esse isolamento é NECESSÁRIO e esperamos que, tanto o próprio Ministério da Saúde quanto os Estados e municípios, não recuem nas medidas tão necessárias para poupar milhares de vidas dos brasileiros. E que tomem medidas para que os trabalhadores de fábricas e usinas (que não estejam produzindo nenhum produto essencial ao combate do coronavírus) também possam fazer a quarentena.

O que o Bobo da corte quer com aquela fala?

Não é uma simples questão de desequilíbrio mental. É uma escolha muito bem pensada. Não por ele que é desprovido dessa capacidade, mas sim por Paulo Guedes e todos os patrões que o Ministro da Economia representa.

Eles escolheram aprofundar a Reforma da Previdência. Atravessar essa crise e sair dela com o saldo positivo (na visão deles) de pessoas ativas, capazes de produzir, em relação aos aposentados e inválidos. Ou seja, para eles não importam as mortes daqueles que deram duro a vida inteira.

“Não podemos parar por conta de 5 mil pessoas ou 7 mil pessoas que vão morrer”, resume bem o que pensa sua classe social o dono da rede de restaurantes Madero.

NÃO é “resfriadinho”

O COVID-19 causa um quadro de pneumonia grave. Mata principalmente idosos e pessoas com doenças pré-existentes, mas milhares de pessoas mais jovens também já morreram. E os que são curados, ficam com sérias sequelas pulmonares.

E mesmo se a doença realmente só matasse idosos:

1) O isolamento serve para proteger esse grupo de risco;

2) Mesmo que o jovem não morra vai ocupar um leito e um equipamento respiratório. Veja como essa irresponsabilidade matou milhares de idosos na Itália:

Esperamos que em Santos a ciência vença os acordos políticos.