Charge do Eneko onde mostra a cena clássica do Chaplin no meio das engrenagens, mas parte das engrenagens são os representadas pelo Coronavírus

No dia 21/07 o SINDSERV Santos recebeu a denúncia de que a Secretaria de Saúde estava ignorando completamente todos os protocolos e havia lotado um mesmo ambiente com muitos servidores. Tratava-se justamente da Seção de Vigilância Epidemiológica (SEVIEP).

Após testes rápidos realizados no prédio onde fica localizada a seção, 9 servidores foram diagnosticados como positivos para a COVID-19. É urgente que o governo adote as medidas de segurança recomendadas mundialmente pelas entidades responsáveis:

  • O imediato afastamento dos 9 trabalhadores da seção por 14 dias para que o protocolo de testagem pertinente possa ser realizado de maneira integral em todos (novos testes), com emissão de laudo;
  • O imediato afastamento de todos os demais trabalhadores da seção pois estão automaticamente no rol de suspeitos de contaminação. Também por 14 dias para o protocolo de testagem integral;
  • Que as chefias imediatas realizem a Comunicação de Acidente de Trabalho (CAT) de todos os servidores que contraíram ou vierem a contrair a doença;
  • O imediato fechamento do local para sanitização (uma desinfecção especializada no combate a vírus, bactérias e fungos).

Se o governo realmente se importasse e quisesse diminuir a proliferação do COVID-19, faria testes periódicos com todos os servidores públicos municipais que estão realizando trabalho presencial. Essa medida reivindicada pelos servidores desde o começo da pandemia, diferente daquela propaganda eleitoreira realizada no Mendes, seria realmente eficiente contra o Coronavírus.

O sindicato já protocolou ofício fazendo essas reivindicações e está hoje (23/07) mais uma vez na Seção.

SE NÃO GARANTIRMOS NOSSA SEGURANÇA, NINGUÉM O FARÁ

O governo já deu inúmeras mostras de que realmente não podemos contar com ele para realizar nosso trabalho com segurança. Por isso, nós mesmo teremos que adotar as medidas para a proteção de nossa saúde e da população.

Leia o protocolo criado pelos servidores e ajude a divulgá-lo!

Pressione para que o protocolo seja implantado na sua unidade!

Responda o questionário, possibilitando o diagnóstico dos riscos em toda a Prefeitura!